Bem vindo ao meu blog

Assuntos ligados a Engenharia do Brasil, família, culinária e amigos.

Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

4/15/2009

Tucunaré de forno em Parauapebas - PA



JANTAR EM PARAUABEPAS

Foi agradável desfrutar de um excelente jantar, inesquecível ao lado do casal Adilson e Márcia em Parauapebas.



Ingredientes
1 tucunaré.
Para a vinha d'alho: suco de limão a gosto
1 maço de cheiro verde
folhas de alfavaca
1/2 maço de chicória
sal a gosto.
Para a farofa:
1/2 xícara de farinha de mandioca (farinha d'água)
2 colheres (sopa) de azeite
1 cebola média cortada à julienne
2 tomates cortados à julienne
1 pimentão verde cortado em tiras finas
1/2 xícara de leite de coco
100 g de camarão pequeno
sal a gosto.



Modo de Preparo
Lave o peixe e coloque numa travessa com a vinha d'alho por 2 horas. Enquanto isso, prepare a farofa: numa panela com o azeite, coloque a cebola e frite até começar a dourar. Junte o camarão, o tomate e o pimentão e refogue até ficarem macios. Acrescente o leite de coco e a farinha. Misture bem e tempere. Unte uma assadeira com azeite. Reserve. Abra o peixe pela barriga e recheie com a farofa. Feche com palitos. Coloque o peixe na assadeira, regue com um pouco de azeite e leve ao forno médio (180oC), preaquecido, por 30 minutos. Retire do forno e sirva com arroz de jambu.

4/05/2009

CORTINA DE INJEÇÃO

Generalidades O sistema de injeção deverá ser tal que a calda de cimento possa ser introduzida na totalidade do furo, ou em diferentes profundidades do mesmo, mediante o emprego de obturadores.
A disposição dos equipamentos de injeção deverá incluir um circuito de retorno, convenientemente concebido, para que a calda de cimento possa circular, continuamente, ao longo da tubulação, a fim de evitar a obstrução da mesma e, simultaneamente, permitir um controle acurado da pressão no furo, por menor que seja o volume de calda injetado.

A distância entre o agitador e a bomba injetora não poderá ser maior do que 10,0 m e a distância entre a bomba injetora e o furo injetado não deverá exceder a 50,0 m, a não ser que seja introduzido um agitador intermediário ou mantido um controle sistemático de acompanhamento da calda de injeção, junto a boca do furo, que garanta a manutenção de suas características originais de fluidez, sedimentação e temperatura. No circuito de injeção não será permitido o emprego de tubulações, de acessórios ou de hastes com diâmetro interno inferior a 25 mm. As tubulações deverão ser lavadas periodicamente, com água corrente, com o fim de evitar obstruções por deposição de calda. Não será permitida a utilização de tubulações ou hastes de alumínio.
video

4/01/2009

Espaços Confinados


Os trabalhos em espaços confinados, por envolverem uma série de riscos, requer um cuidadoso planejamento e na eventualidade de uma emergência, todo o equipamento e pessoas envolvidas deverão estar devidamente posicionados e preparados.Um treinamento adequado a todos os participantes, é um requisito indispensável, inclusive em primeiros socorros e suporte básico de vida. As estatísticas apontam que 60% dos casos de óbitos em acidentes em confinados, são de resgatistas mal preparados. Os requisitos mínimos, para execução de trabalhos em confinados poderão ser encontrados na NR-18, em 18.20 - Locais Confinados e NR-33 Segurança e Saúde nos trabalhos em Espaços Confinados e NBR-14787 - Espaço Confinado Prevenção de Acidentes, Procedimentos e Medidas de Proteção. Em uma operação em confinados, tão importante quanto a monitoração da atmosfera e a proteção respiratória é localizar ou posicionar pontos de ancoragem para fixação de cordas que auxiliarão a descida do trabalhador e a sua remoção, após a execução dos trabalhos ou na eventualidade de um resgate. Para que isto ocorra de maneira fluente, o trabalhador deverá ingressar no confinado utilizando um cinto de segurança específico para trabalhos em confinados, e devidamente conectado a corda.Este cinto tem como característica, a ausência de alças auxiliares ou salientes que poderiam se prender no interior do confinado, dificultando assim a movimentação do trabalhador, outro detalhe importante, é o ponto de fixação da corda que deverá estar posicionado , nas costas, o mais alto possível ou acima da cabeça do trabalhador, para que o mesmo possa ser suspenso, o mais próximo possível, da vertical.Considerando-se o esforço necessário para a remoção do trabalhador do confinado, um sistema de polias deverá estar devidamente montado e posicionado.